28 de outubro de 2009

Carlos Manuel despedido do SC Vila Real
Mike Patrick é o novo técnico

SC Vila Real e Carlos Manuel chegaram esta semana a acordo para por termo ao vínculo que os unia. A saída deve-se, essencialmente, à implementação de um novo projecto que implicará a entrada de dois elementos para a comissão administrativa, bem como de uma nova equipa técnica composta por três elementos.

A garantia foi dada por Artur Ribeiro, dirigente do Vila Real, que define a subida de divisão como a meta prioritária para esta temporada. Para além da “mexida” na comissão administrativa, que poderá levar à formação de uma direcção, a nova equipa técnica trás consigo novas caras para dar mais qualidade ao plantel. “Nos próximos dias poderão chegar novos jogadores, que era um dos pressupostos deste novo projecto. Todavia, não haverá saídas, pelo menos por agora, o que não implica que alguns jovens poderão rodar noutros clubes”, sublinhou o dirigente.

A boa notícia é que, segundo a mesma fonte, o emblema vila-realense não terá qualquer encargo financeiro com a reestruturação interna, suportada unicamente pelos novos investidores que agora passam a controlar os destinos do clube.

Novo treinador será apresentado nos próximos dias

Mike Patrick, 27 anos é o novo treinador do SC Vila Real, já foi apresentado à equipa e será acompanhado pelo adjunto Duda, antigo jogador do FC Porto nos anos 70, assim como o preparador físico Sergio, até então ligado aos escalões de formação do Vitória de Guimarães. Nos próximos dias serão apresentado publicamente, eles que terão uma prova de fogo já este domingo, no derby com o Abambres.

Será a estreia de Mike Patrick como técnico principal de uma equipa (ele que enquanto jogador passou pelo Salgueiros, Salamanca e Queens Park Rangers), num projecto ambicioso que poderá levar o SC Vila Real a outros voos.

“Se com o Carlos Manuel nós não colocamos a subida de divisão fora de hipótese, então com esta nova estrutura esse objectivo está ainda mais vincado. É claro que estaremos todos a correr riscos, mas se assim não fosse, não poderíamos devolver ao Vila Real a glória de outros tempos”, concluiu.

FR

13 comentários:

vieri disse...

Carlos Manuel, foi dos melhores treinadores que trabalhei até hoje, fico triste pelo que lhe fizeram mas ao mesmo tempo contente pois ele nao merece trabalhar com essa escumalha que é a direcção do vila real bem como alguns jogadores que ele trata tão bem e depois o esfaqueiam.
Carlos vais ter sucesso pois és um grande homem que colocas os outros primeiro antes de ti. uma grande abraço, vais em breve para um clube que honre o teu trabalho

28 de outubro de 2009 às 12:05
Jogador Do SCVR disse...

Mister um grande abraço, e boa sorte para a sua vida profissional e desportiva.
Queria só dizer que é um dos melhores treinadores que já tive. Queria também dizer que não concordo com o que fizeram, pois a equipa estava no bom caminho. E que os jogadores do SCVR estão triste com esta decisão.
Tudo vamos fazer para que percebam que esta equipa feia pelo Mister é muito boa.
Não deixaremos morrer o trabalho feito por si e pelo mister Bruno.
Um abraço.

28 de outubro de 2009 às 12:48
CAP disse...

Vieri, não fales o que não sabes... os jogadores sempre estivera do lado do mister. E atirar para o ar é facil, bonito é dar nomes as coisas mesmo que escondido por trás de um nome.
Só queria desejar o melhor para o mister.
Abraço

28 de outubro de 2009 às 12:52
vieri disse...

Cap, não te vou responder, pois sei que iria magoar, tens de te orgulhar de teres trabalhado com um dos maiores e melhores ser humano que existe onde o dialogo está sempre presente e uma palavra de apreço para um miudo ou um menos jovem...
lembro-me de ter chegado de um clube que tinha descido de divisão e no inicio o plantel cheio de nomes e eu um miudo, que acompanhou sempre quando chegou a minha hora não teve mede de apostar em mim, agradeço-lhe todas as palavras que me disse é um senhor do futebol, e hoje vejo que aprendi muito com ele mesmo quando não era convocado ou me repreendia.
obrigado...

28 de outubro de 2009 às 15:01
Anónimo disse...

Despedir um treinador a 7ª jornada quando está tudo em aberto, apenas tenho que dizer que é completamente ridiculo, assim como mais uma vez esta nova politica do SCVR, que ja vai por a rodar os jogadores mais jovens noutras equipas!!Para tal o Bila podia acabar com as camadas jovens, porque pelos vistos jogadores da terra são sempre os sacrificados!!
Este novo projecto do Vila Real é mt ambicioso, mas mais uma vez tenho que dizer que nao tem pes nem cabeça!! Os dirigentes do Bila são uma vergonha para o futebol Vilarealense!!
ASS: Ex jogador do Bila

28 de outubro de 2009 às 16:02
JFMG disse...

Apesar de não gostar do Sr Carlos Manuel e de ter falado com jogadores do S.C.Vila Real e estes proprios dizerem que como treinador é mt fraco, acho que é mt cedo para despedir quem quer que sejá, pois esta epoca a subida de divisão será dificil e os custos com esta nova equipa tecnica não serão eles tão poucos, mas prontos no final da epoca se verá quem tem razão.

28 de outubro de 2009 às 17:17
FR disse...

Há uns anos foi semelhante. Alguns investidores vimaranenses queriam dar outro rumo ao SC Vila Real, e por isso troxueram Manuel Machado (actual treinador do Nacional), que tomou conta da equipa e trouxe novos jogadores... O resultado não podia ser pior, e o Vila Real ficou pior do que estava.
Esperemos que não aconteça o mesmo.

Cumps

28 de outubro de 2009 às 17:23
Anónimo disse...

Nao acredito que os jogadores do Vila Real tenham dito que o Carlos Manuel como tecnico é fraquinho, já deu provas do seu valor.

28 de outubro de 2009 às 17:55
Anónimo disse...

o Vila Real só pensa nas glórias de outros tempos, é uma equipa que vive do passado, mas eles esquecem-se que a glória de outros tempos foram jogadores da terra que a conseguiram, pois sentiam a camisola e deixavam tudo em campo! Estes jogadores de hoje em dia apenas pensam em dinheiro e para eles é mais importante o nome que trazem atrás na camisola, do que o nome do clube, o emblema!! Sem essa mistica o Bila não será o mesmo, e se o projecto é leva-los de volta á 2ª divisão arrisco-me a dizer que por este andar não passam do regional.
Direcção insegura, por isso se estes senhores que tanto dizem que amam o clube, deveriam a ser os 1ºs a serem despedidos para bem de toda equipa pois nao fazem nada para alem de cometerem erros!!

28 de outubro de 2009 às 20:07
JFMG disse...

Do valor dele não posso duvidar, mas que alguns jogadores em tempo recente disseram que ele é fraco como treinador la isso disseram, mas não é o q esta em causa de momento. Penso q é mau pois ele até é um treinador do distrito e vai dar lugar a um outro que mt gente nem sabe do seu passado, mas pronto reafirmo, o tempo dirá quem tem razão. Saudações desportivas

28 de outubro de 2009 às 23:21
Douro disse...

Filipe Ribeiro, o seu comentário sobre os "investidores vimaranenses...", não foi o caso. Como também deve saber, um investidor, e parcerias entre clubes é diferente (clubes satélites), isto é, caso não saiba vou informá-lo. Na época 93/94, o Vila Real a sua Direcção da altura, acedeu ao um protocolo com o V Guimaraes para ser seu clube Satélite, como escreveu e mt bem o Vila Real tinha como Treinador Manuel Machado, e contava nas suas fileiras com cerca de 10 atletas do V Guimaraes (Nuno Espirito Santo, Giani, Armando, Chiquinho, entre outros), o Vila Real estava na II Divisão B, e desceu justamente na ultima jornada tendo perdido em Sta Maria de Lamas. Agora confundir, investidores (supostamente empresarios), com parcerias entre clubes, vai uma grande diferença. Caro Filipe Ribeiro, há que ter algum cuidado com o que se escreve...

Saudações Desportivas

30 de outubro de 2009 às 19:11
Douro disse...

E porque sempre que escrevo, gosto de sustentar e provar isso mesmo, relativamente à confusão do Filipe Ribeiro, que neste tópico abordou "investidores vimaranenses", quando de facto na época 93/94, a Direcção do Vila Real e do V Guimaraes, protocolaram sim a cedência de atletas da formação do Vitória, este clube continuaria a formar os jovens saídos do seu escalão de formação e o Vila Real teria a baixos custos um plantel recheado de bons valores, apesar de inexperiente e também do Treinador Manuel Machado ele também oriundo dos escalões de formação do Vitoria, correu mal sim, o Vila desceu, mas o protocolo beneficiava ambos os emblemas, e não havia qualquer promiscuidade de "investidores"/empresarios com propósitos comerciais. Mas sustento isso mesmo deixando o plantel do SC Vila Real na época 93/94: Vínculados ao Vitória de Guimarães: Nuno Espirito Santo; Carlitos; Chiquinho; Tózé; Ricardo; Gomes; Vitor Abreu; Giani; Armando e Artur Jorge, 10 atletas, a maioria haviam sido Campeões Nacionais de Juniores na época 90-91 pelo Vitória, tendo como Treinador justamente Manuel Machado. Os atletas que à data pertenciam ao Vila Real eram os seguintes: Machado; Jorge Rebelo; Zé Monteiro; Hélio; Lemos; Porralo; Carlos Duarte; Nelson e Filipe. Filipe Ribeiro, fica agora devidamente documentado caso tenha qualquer duvida, mas "investidores"(conotação sombria) e clubes satelites não são, nem nunca foram a mesma coisa.

Saudações Desportivas!

31 de outubro de 2009 às 12:25
Anónimo disse...

Júlio batista se não ganha devia ir embora.. Fica sem condições..

31 de outubro de 2009 às 12:52